Artes,  Artigos

Radar de Novidades: Ritmo latino e rap na semana do Spotify

Nessa semana o Spotify resolveu me presentear com umas músicas bacaninhas de rap, mas no meio do caminho havia uma coisa meio reggaeton, havia uma coisa meio reggaeton no meio do caminho. E eu gostei too much! Vou deixar vocês ouvirem meus selecionados, pra não dar spoiler e perder a graça. hehe Lá vamos nós!

Picky – Joey Montana
A música mal começou e eu a gente tá como? Balançando ombrinho, requebrando quadril, sensualizando sem ser vulgar na pista. KAKAK brinks. Eta ritmo latino gostosso, niña! To começando a achar que esse negócio de novidade é muito relativo. Olha só, o vídeo tá no YouTube desde junho do ano passado! *reflexiva*

Garota da Vitrine – Dubeat
Grava essa música porque ela é bem legenda de foto de casal no Instagram, ou bem indireta no WhatsApp, daquelas tipo: “Ei, olha aqui essa música que legal…” hahahahaha Um PS: Esse vídeo ta na rede há dois anos. To começando MESMO a acreditar que o a ferramenta do Spotify tem um conceito muito particular de novidade. rs

De Lua em Lua – Andrezin
Essa aqui é novidadinha mesmo, saída do forno há um mês! Mores, a versão mais rap de Wesley Safadão, porque a intenção da música é essa mesmo: “Eu não tô valendo nada e a culpa é toda sua, que me pediu um tempo pra pensar e me esqueceu…” hahaha É daquelas que a gente canta pro ex que pediu pra terminar, sabe? Te segura, amigão!

Battlefield – Whipallas
Single do EP de estréia do Whipallas. Gostei já nos primeiros acordes. Uma pegada indie meio jazz com gostinho de liberdade, sensação de vento batendo no nosso rosto, em alta velocidade numa estrada deserta, mas cheia de montanhas ao redor. Me empolguei. Aperta o play e se empolga também! .-.

Starboy – The Weekend
Novidade é isso aqui, né, mores, de uma semana atrás! Adoro esse carinha e nem é muita surpresa ele aparecer no meu radar de novidades, mas ainda assim é mui bom saber. hehe Já adicionei à playlist de exercícios no Spotify, pra manter a frequência da corridinha de leve.

Cês me obrigam assim a ouvir uns remixes que, olha… Nada contra, adoro DJs, inclusive, mas não tenho muita paciência para remix de músicas que não são agitadinhas por natureza, tipo Cold Water. Enfim. O que cês acham? É boa pra balada, esquente, malha, coisa e tal. Mas não tenho muita paciência pra remix de músicas que não são agitadinhas por natureza.

bjão!

Curiosa, jornalista e libriana. Mestranda no PósCom/Ufba, interessada nos valores - os meus, os seus, os de notícia e os humanos. Se piscar o olho, o cochilo vem, mas os olhos sempre estão abertos para uma série ou outra que desperte o interesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *