Artigos,  Comportamento,  Moda

Precisamos falar sobre o ‘esporte fino’ – o que é, como usar e como ousar

Precisamos falar sobre o esporte fino, moças! Chegou a hora de círculos sociais entrarem em um consenso sobre o que iremos identificar como tal traje. Digo isso depois de passar dois dias desesperada para escolher uma roupa para o jantar da firma, na semana passada.

O evento aconteceu às 19h, num dos restaurantes mais chiquetês de Salvador, repleto de empresários e políticos da capital. Daí a gente já sentia o peso. A pressão pra não errar era tanta que algumas colegas – Luana, Cláudia e Ailma – e eu criamos um grupo no WhatsApp para trocar figurinhas: Com que roupa eu vou?

A coisa chegou a esse ponto quando, no dia do evento, o responsável pelo setor comercial chegou na estica e foi soprada a informação de que os chefes de redação usariam terno e gravata. Uma rápida busca na internet intensificou a ansiedade: esporte fino não precisa de gravata. Êta, nós!

Acabei indo assim: saia branca de franjas (não sei o nome do tecido, rs), t-shirt da coleção de Karl Lagerfeld para Riachuelo, colete de um material que parece, mas não é jeans e sapatilha de poá e bico fino (Foto: Cláudia Cardozo / Buenas Imagens)
Acabei indo assim: saia branca de franjas (não sei o nome do tecido, rs), t-shirt da coleção de Karl Lagerfeld para Riachuelo, colete de um material que parece, mas não é jeans e sapatilha de poá e bico fino (Foto: Cláudia Cardozo / Buenas Imagens)

A consultora de estilo e imagem Márcia Honorato chegou aqui no blog pra desconstruir toda nossa ideia de esporte fino. hahaha! “Dentro da regra de etiqueta não usamos a terminologia ‘esporte fino’, e sim passeio, ou ainda tênue de ville, em francês (a tradução significa ‘traje para a cidade’). O estilo é mais simples, porém com toque de formalidade. Seria um casual mais formal ou um social menos rígido”, explicou, por e-mail, num socorro emergencial à Moça Criada.

Digamos que o traje passeio não seja nem formal demais, como o passeio completo, nem informal demais, como o esporte. Dentro do Código de Vestimenta Social, ele é o terceiro da escala de formalidade. Quem comanda a lista é o Black-tie (mega requintado). Aí tem aquele truque para o nosso baianinho esporte fino: a formalidade aumenta um tanto a partir das 18h.

comousartrajepasseio

Ei, Moça Criada, e se eu quiser ousar no look passeio?

Faz o que tu quer, mana, que vai dar tudo certo! Sou dessas que incorporaram o “não ser todo mundo” que minha mãe cansava de argumentar ao me negar alguma coisa que todos já tinham ou faziam. O cuidado é pra não pagar de ridícula por não estar adequada à ocasião. Nesse evento lá da firma, na semana passada, meu drama foi por causa do salto alto. Me recuso a alimentar a ideia que só estamos arrumadas se estivermos alguns centímetros mais altas. Tudo que soar como obrigação, desconsiderando por completo meu conforto e livre escolha, será motivo de subversão – má olha só que rebelde uiuiui!

Volto a dizer que existem códigos de vestimenta que são respeitados pelos ambientes e isso não tem como a gente mudar assim. E ainda bem que eles existem, porque imagina só a bagunça que seria todo mundo ir numa pegada diferente para uma ocasião importante? A nossa defesa aqui é a da liberdade, pensar fora da caixa, deixar sua essência transparecer na sua roupa, independentemente do momento.

E a consultora de imagem e estilo Márcia Honorato também apoia a causa das #MoçasSemSalto. Dá, sim, pra Barbiezinha estar arrumada sem precisar do salto, viu? Yey! A gente só precisa reconhecer nosso estilo, assumi-lo para o mundo e escolher o calçado que nos deixar mais confortável. Opções não faltam!

  • OXFORD
Foto: Reprodução / Silvia Braz
Foto: Reprodução / Silvia Braz
Foto: Reprodução / Silvia Braz
Foto: Reprodução / Silvia Braz
Foto: Reprodução / Silvia Braz
Foto: Reprodução / Silvia Braz
Foto: Reprodução / Pinterest
Foto: Reprodução / Pinterest
Foto: Reprodução / Silvia Braz
Foto: Reprodução / Silvia Braz
  • SAPATILHAS com bico fino e aplicações
Foto: Reprodução / Denize Esperafico
Foto: Reprodução / Denize Esperafico
Foto: Reprodução / Steal The Look
Foto: Reprodução / Steal The Look
Foto: Reprodução / Pursuit of Shoes
Foto: Reprodução / Pursuit of Shoes
Foto: Reprodução / Denize Esperafico
Foto: Reprodução / Denize Esperafico
Foto: Reprodução / Steal The Look
Foto: Reprodução / Steal The Look
  • SANDÁLIA RASTEIRA
Foto: Reprodução / Zimbio
Foto: Reprodução / Zimbio
Foto: Reprodução / Sarah Leão
Foto: Reprodução / Sarah Leão
Foto: Reprodução / NE10
Foto: Reprodução / NE10
Foto: Reprodução / Paula Martins
Foto: Reprodução / Paula Martins
Foto: Reprodução / NE10
Foto: Reprodução / NE10

Curiosa, jornalista e libriana. Mestranda no PósCom/Ufba, interessada nos valores - os meus, os seus, os de notícia e os humanos. Se piscar o olho, o cochilo vem, mas os olhos sempre estão abertos para uma série ou outra que desperte o interesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *