O que vai mudar nas relações de trabalho? | #especial5anos

O que vai mudar nas relações de trabalho? | #especial5anos

Fomos obrigadas a encarar o regime de home office nos últimos três meses, graças à pandemia do novo coronavírus. E é esse o momento de construirmos as bases que vão sustentar essa “nova” relação de trabalho – não tão nova assim, visto que a legislação brasileira já considerava essa modalidade.

A avaliação é da advogada com atuação na área trabalhista Luciana Marques, do escritório Gomes Martins Advocacia Empresarial. A especialista foi a convidada do terceiro dia de lives do #especial5anos do blog. De 15 a 19 de junho recebemos, em nosso Instagram, mulheres que sabem do que falam para nos ajudar a criar perspectivas para o pós-pandemia.

Sob o tema “O que esperar depois que a pandemia passar?”, estamos conversando sobre moda, dinheiro, relações de trabalho, relações sociais e espiritualidade. Nesta quarta-feira (17), conversamos sobre o que vai mudar no mercado de trabalho depois dessa crise sanitária que impactou tudo em todo o mundo.

+ COMO DEVERÁ SER A VIDA EM SOCIEDADE DAQUI PRA FRENTE?

Luciana destaca a adoção do home office, mais comum em empresas de tecnologias e outras mais modernas. Mas essa adesão ampliada impõe algumas exigências que, segundo a advogada, precisam ter a confiança como ponto de partida.

A partir daí devem surgir as adaptações na rotina de trabalho, rubricas de custeio dos recursos utilizados em casa, como internet e energia, dinâmicas de monitoramento da jornada de trabalho…

“Acho que esse é o momento para cobrar. Porque se ficar inerte e agora, a fase de experimentação, você não cobra, então está tudo bem. Acho que o trabalho é conjunto. Esse é o momento pra dizer: ‘Isso aqui não está dando certo, não. Me ajude'”, acrescenta Luciana.

Confira o bate-papo completo em nossa página no IGTV:


Esse conteúdo foi enriquecedor pra você? Então você vai gostar da live sobre como administrar seu dinheiro no pós-crise da Covid-19! Confira!

Um comentário em “O que vai mudar nas relações de trabalho? | #especial5anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *