Artigos,  Moda

Edição 46 da SPFW mudará de lugar e trará conceito de transposição

A São Paulo Fashion Week apresentará as principais tendências de verão 2019 sob algumas mudanças. A primeira delas é também a mais notável: o evento passará a acontecer no galpão onde antes funcionava uma fábrica da Votorantim, na Vila Leopoldina. Em entrevista ao Estadão, o fundador e diretor criativo da SPFW, Paulo Borges, contou que são 16 metros de pé direito, fácil acesso e estacionamento num bairro que já pode ser considerado o Brooklin brasileiro.

“É um bairro qeue está em transformação. Está acontecendo uma mudança urbana na região, uma ressignificação. Me lembra um pouco o que aconteceu em NY com o Brooklin”, disse, durante conversa com Sonia Racy e Sofia Patsch. Segundo ele, no bairro estão instalados a empresa 02, de Fernando Meirelles, o estúdio de Bob Wolfenson e outras agências e empresas de moda. Em um texto publicado no FFW nesta segunda-feira (23), Borges se referiu ao espaço como “eixo de fomento à inovação, tecnologia, transformação e economia criativa”.

 

A outra novidade da semana de moda é que esta será a primeira sob comando do IMM, de Abu Dhabi. Recentemente, o fundo adquiriu 50,1% da marca. Borges segue à frente do evento e comemora a possibilidade de ganhar uma estrutura. O número de funcionários saltou de 25 para 100. Conforme contou ao Estadão, o IMM pertence à IMG, de americanos, que também possui a marca da semana de moda de Nova York. Entre os parceiros do fundo estão o Cirque du Soleil na América do Sul, o Rio Open, o Taste (evento de gastronomia inglês) e o UFC.

A essa mudança coincide, segundo Borges, o tema da próxima edição da fashion week brasileira: transposição. Tem a ver com evolução, novo ciclo. A cenógrafa Daniela Thomas vai assinar o evento, programado para a semana de 22 a 26 de outubro.

E, por ora, é só isso mesmo. Ao contrário do que se especulou, não haverá cobrança de ingressos para os desfiles. O que se pensa é o modelo inspirado no que acontece em Londres, no qual a pessoa paga por um ingresso para participar do pós-desfile, uma programação com atrações como palestras com estilistas e pensadores.

Curiosa, jornalista e libriana. Mestranda no PósCom/Ufba, interessada nos valores - os meus, os seus, os de notícia e os humanos. Se piscar o olho, o cochilo vem, mas os olhos sempre estão abertos para uma série ou outra que desperte o interesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *