Artigos,  Moda

Cor sim, cor não: tem listras em todas as araras

Tá tudo dominado! Estava de bobeira no Salvador Shopping dia desses e decidi passear por algumas lojas de departamento para ver o que encontrava de legal por lá. Já sabia, mas não tinha noção do fator comum que as concorrentes compartilham: as listras. A padronagem já ocupa espaço nas araras e no meu guarda-roupa há alguns meses e é bom saber que ela parece ter vida longa. Um clássico, né?

Manequins da C&A do Salvador Shopping mostram combinações variadas com as listras
Manequins da C&A do Salvador Shopping mostram combinações variadas com as listras

A memória boa mais remota que a gente pode ter dessas listras é com Coco Chanel, quando ela se inspirou nas roupas dos marinheiros, todas listradinhas, para revolucionar o vestuário feminino. Estudiosos do ramo (usei esse, esse e esse link) contam que na Idade Média a padronagem era utilizada por aqueles marginalizados na sociedade, considerados perturbadores da ordem, loucos e doentes. O tempo passou, algumas coisas evoluíram, mas a orientação das listras continuou associada à classe social: as verticais eram usadas pela aristocracia e as horizontais, pelos serviçais.

Mas tudo só mudou mesmo com Chanel e que bom que você apareceu, moça! Hoje já não existe mais nenhuma referência do listrado com alguma função profissional ou condição social, né? Observo que a espessura das listras e a cartela de cores deixam a coisa mais lúdica. Que bom! To adorando ficar listradinha, de cor-sim-cor-não… hihi

Aí, sim, fui nas lojas esses dias e, olha, bastante democrático. A Renner é a loja que possui maior número de peças listradas em relação às demais que visitei, porém a cartela de cores é bem tradicional: preto e branco. A grossura das listras varia, o que dá uma dinâmica ao volume de peças; o mesmo vale para o desenho das roupas. Mas, ó, na Renner é fortíssimo o combo gola rolê + listras. AMO

img_4779

Processed with VSCO with c1 preset
Processed with VSCO with c1 preset

img_4783

img_4785

img_4786

img_4787

img_4788

img_4789

img_4790

Já na Riachuelo eu me permiti experimentar algumas peças, porque as listras vêm de maneira bem inusitada. A coleção Colores de Cuba tá um amorzinho e traz esse mix de tendências, seja no tecido e na padronagem, seja na estampa, no caimento. No caso da nossa queridinha hoje, observo que na Riachuelo as listras foram revistas e lançadas. Há traços mais grossos combinados aos mais finos, a disposição das listras horizontais é um tanto mai ousada…

img_4792

Processed with VSCO with c1 preset
Processed with VSCO with c1 preset

Processed with VSCO with c1 preset

img_4796

img_4797

 

Já na C&A tem algumas tantas peças listradas, inclusive, a foto de destaque do post sugere isso. A questão aqui é que, das três, achei as listras dessa loja mais discretas, sem muita ousadia. Já varia a cartela de cores, que foge do tradicional P&B pra investir em tons de creme e azul, mas o recorte das peças reforçam o teor pouco lúdico das peças. Por outro lado, o foco são roupas mais básicas, tipo T-shirts. Essa restrição não me agrada muito. E a vocês?

P.s.: Todas as lojas acima têm saias no estilo lápis e de comprimento midi , cropped a rodo listrado e vestidos/macacão.

img_4806

img_4799

Processed with VSCO with c1 preset
img_4808

Curiosa, jornalista e libriana. Mestranda no PósCom/Ufba, interessada nos valores - os meus, os seus, os de notícia e os humanos. Se piscar o olho, o cochilo vem, mas os olhos sempre estão abertos para uma série ou outra que desperte o interesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *