Artigos,  Comportamento,  Moda

Conheça seu corpo e escolha o biquíni ideal para curtir o verão

 

Estou às voltas com a confraternização da firma na praia. Preciso de um biquíni com a urgência de um banho de mar nas tardes quentes de Salvador!

Enquanto penso em qual modelo mais me agrada na temporada, lembro de todos os biquínis que já tive e em como eles não caíam bem no corpo. Deve ter muito de conhecer suas curvas, imperfeições e aceitar seu tamanho. Sempre tive algum receio em pegar a peça ideal para as minhas características por achá-la grande demais. Moral da história: desconforto com a alça do biquíni, calcinha apertando mais do que não deve…

Eis que resolvi fazer a curadoria de conteúdos que podem me ajudar a escolha essa peça que, com certeza, interfere na minha diversão praiana. Ainda não escolhi meu modelo ideal, mas uma coisa é certa: quero conforto, e isso não quer dizer peças caras. (nesse caso, menos é mais! haha)

Já ouvi em algum desses programas de moda que assisto sobre os formatos de corpo e encontrei as mesmas referências numa postagem do IG. Apesar de cada forma requerer uma peça diferente, não esqueça que o mais importante é você se sentir confortável, tá? Como já falei, meu objetivo é muito esse.

Corpo ampulheta: aquele imaginário da mulher brasileira é formado pelo corpo ampulheta, o chamado violão, e tem as proporções equivalentes. Há quem diga que esse formato de corpo combina aos mais variados modelos de biquíni, mas vale uma restrição a calcinhas largas demais – por esconderem demais – ou no modelo fio dental, com cintura ultra-baixa e laterais de corda fina – por mostrarem de forma exagerda.

corpo ampulheta destaque
(Fotos: Internet)

Se você percebe que seus quadris são largos, então seu corpo tende para o formato pêra. Neste caso, dá para usar calcinhas escuras com laterais mais largas para disfarçar o volume do quadril. A parte de cima pode ser estampada, com bojo e tomara que caia, com os detalhes concentrados nesta região. Isso tudo dá mais volume à parte de cima e atenua o desequilíbrio entre as formas.

corpo pera
(Foto: Internet)

A lógica das estampas e dos frufrus serve também para o corpo cujo formato é um triângulo inverso. A escolha do biquíni pode ser uma combinação entre sutiãs lisos e em cores mais escuras com calcinhas estampadas e coloridas.

(Fotos: Internet)
(Fotos: Internet)

Moças esguias, com formas retas e cintura pouco evidentes também têm um biquíni mais adequado às suas características. O efeito é bem ilusório, com babados, estampas, lacinhos e quaisquer elementos coloridos e volumosos. Os modelos cortininhas, tomara que caia e maiôs engana-mamãe também são bem-vindos.

(Fotos: Internet)
(Fotos: Internet)

Mas se por alguma razão você tem uma barriga saliente, nem pense em se restringir ao maiô. Corpos no formato oval podem explorar muito bem de calcinhas de cintura alta, no estilo hot pants (super na moda!), e sutiãs com laterais e alças mais largas, para garantir a sustentação dos seios. O truque das estampas e das cores vale para essa característica também: mais cores, estampas e relevos, mais volume e destaque à região; peças mais lisas e escuras disfarçam.

(Fotos: Internet)
(Fotos: Internet)

Drops

– Cuidado com os tops tomara que caia, caso seus seios sejam grandes. Eles podem acabar sem sustentação e, fuén, a peça escorregar, o peito pesar… Eu não gosto;

– Se quiser manter a sustentação dos seios, sutiãs maiores e com alças grossas fazem bem o serviço;

– Calcinha cintura alta pode ser usada por quem tem quadris estreitos também;

– Biquínis cavados podem deixar o bumbum em evidência e disfarçar o pouco volume;

– Tem peitão e quer usar tomara que caia? Gloria Kalil deu uma dica de ouro em seu site: sutiã todo feito em espuma, sem bojo, garantem sustentação, não deixa os seios caídose não espreme os peitos;

– Não esqueça do jogo de cores e estampas: explore-as naquela região que você quer expor;

– Efeitos laterais que chamem a atenção para o centro da calcinha ajudam a reduzir visualmente as medidas;

– Não esqueça de comprar o tamanho certo, para acomodar tudo o que você tem e manter o conforto.

Prontas para a praia?!

Curiosa, jornalista e libriana. Mestranda no PósCom/Ufba, interessada nos valores - os meus, os seus, os de notícia e os humanos. Se piscar o olho, o cochilo vem, mas os olhos sempre estão abertos para uma série ou outra que desperte o interesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *