As lições de negócios que Anitta ensina até hoje

As lições de negócios que Anitta ensina até hoje

Por todo o estereótipo que o gênero traz, ninguém do showbiz imaginava que Larissa Macedo poderia emergir do Furacão 2000 e ensinar tantas lições de negócios com as estratégicas decisões de Anitta. A aniversariante da última segunda-feira (30) deu as boas vindas ao seus 27 anos com o título de uma das mulheres mais poderosas do Brasil, numa seleção feita pela Forbes; apresentação agendada no festival Coachella e a tranquilidade de quem já pode reduzir o ritmo de trabalho ao longo do ano.

Não que essa quarentena voluntária decorrente da pandemia do novo coronavírus já não estivesse dando um empurrãozinho, né?!

Mas até nisso Anitta mostrou sua mente perspicaz: uma grade de conteúdos educativos para seu público em lives do Instagram. Com direito a aula de francês e culinária.

Vamos aprender um pouco mais com a ‘Poderosa’ Anira?


Tome as rédeas da sua própria vida – ou melhor, carreira

Quando foi lançada ao showbiz, Anitta tinha sua carreira gerenciada pela K2L. Em 2014, ela decidiu romper com a empresária Kamilla Fialho, alegando rompimento de cláusulas contratuais.

De acordo com informações do Portal PopLine, uma auditoria contratada por Anitta apontou desvio de aproximadamente R$ 2,5 milhões. Por causa da quebra contratual, com direito a troca de senha das redes sociais, Anitta podia ser multada em até R$ 7 milhões.

Assumir a gestão de sua própria carreira deu mais autonomia para que Anitta pudesse fazer as coisas que julgasse mais adequadas a seu objetivo. Já em 2015, consolidou seu lugar na música pop com o disco Bang!, que teve capa foi assinada pelo designer Giovanni Bianco.

No ano seguinte, Anitta estreou como apresentadora da terceira temporada do programa Música Boa Ao Vivo, no Multishow; participou do remix de ‘Ginza‘, de J Balvin; lançou o single ‘Sim ou Não‘, com o cantor colombiano Maluma. O auge do ano foi a apresentação com Caetano Veloso e Gilberto Gil na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, cantando ‘Sandália de Prata’.

Ainda em 2016, Anitta assinou com a agência William Morris Endeavor, participou do show de Andrea Bocelli e ganhou, em novembro, a categoria ‘Best Brazilian Act‘, do MTV Europe Music Awards. Ufa.

Daquele ano até hoje, a business woman apostou numa estratégia que fez escola no cenário musical: as parcerias com artistas de diferentes gêneros. Já foram: Simone e Simaria, com ‘Loka‘; Nego do Borel e Wesley Safadão, com ‘Você Partiu Meu Coração‘; Iggy Azalea, com ‘Switch‘; Major Lazer e Pabllo Vittar, com ‘Sua Cara‘; Alesso, com ‘Is That For Me‘; J Balvin mais uma vez, com ‘Downtown‘; MC Zaac, Tropkillaz e Maejor, com ‘Vai Malandra‘; Wesley Safadão, de novo, com ‘Romance com Safadeza‘; Matheus e Kauan, com ‘Ao Vivo e a Cores‘; Madonna, que cantou ‘Faz Gostoso‘; Vitão, com ‘Complicado‘; Marília Mendonça, com ‘Some Que Ele Vem Atrás‘; Lexa, Luísa Sonza e MC Rebecca, com ‘Combatchy‘; Léo Santana, com o sucesso do verão 2020 ‘Contatinho‘; Black Eyed Peas, em ‘Explosion‘; e o trio Melim, cantando ‘Meu Mel‘.

Coisas incríveis acontecem quando você toma as rédeas da sua carreira e tem a liberdade de adotar as estratégias que julgar serem as melhores. Já pensou?

via GIPHY

Crie suas oportunidades

De Honório Gurgel para o mundo, Anitta mostrou que sabe criar suas próprias oportunidades. Algumas de suas atitudes são controversas para o tribunal da internet e o estereótipo da comunidade ainda é forte em algumas de suas produções, mas é preciso reconhecer os esforços de Larissa pra chegar onde chegou. A sacada de investir no mercado Latino a fez chegar onde nenhuma outra artista brasileira da atualidade alcançou.

“Nem sempre você vai encontrar todas as portas abertas e, muitas vezes, a melhor forma de conseguir o que se quer é criar as suas próprias portas, da sua maneira. Assim, você cria um case que outras pessoas vão querer seguir”, disse Anita à Forbes.

Conheça seu público

Parece óbvio, mas não custa reforçar: toda empresa precisa saber minimamente quem é seu público. E não se trata apenas de análise de seguidores nas redes sociais. É preciso pesquisar seu público, qual seu comportamento, do que gostam, do que precisam e ainda não sabem.

Em uma entrevista à Época Negócios, ela contou que fez justamente isso antes de partir para o investimento na carreira internacional. “Visitei as boates internacionais para entender o público e identificar como eles curtiam as baladas e quais músicas ouviam. Aos poucos, fui entendendo como me encaixar nesse mercado”, contou.

via GIPHY

Errar faz parte

Alguns dias antes do seu aniversário, Anitta participou de uma live com a comunicadora Camila Coutinho, em que ela disse que cometeu alguns erros desde quando começou a gerir sua própria carreira. Dos limões que “comprou”, decidiu fazer uma saborosa limonada que lhe rendeu alguns refrescos ao longo de sua carreira.

“Aprendi no erro, na prática. Esse foi um momento de muito crescimento em questão de um ano, algo que aconteceria em provavelmente, cinco ou seis anos em um cenário diferente. Foi muito engrandecedor, inclusive, para essa fase internacional da minha carreira que vivo hoje”, disse Anitta em entrevista à Forbes.

Afinal, os erros ensinam coisas que talvez você não aprendesse se sempre acertasse.

Escute os outros, mas siga sua intuição

Um dos segredos de Anitta para desenvolver bem seu negócio é aliar sua linha de raciocínio ao que os outros têm a lhe dizer. Importante ter diversidade de pontos de vista, mas sem se perder de quem é e o que pensa para processar os conselhos que ouviu.

Junte-se a perfis complementares

O irmão, que também é sócio e produtor artístico de Anitta, é seu complemento e aliado na tomada de decisões. Uma lição que a artista deixa é se juntar a pessoas que tenham habilidades e modos de pensar que você não possui.

“Se fosse só ele, sem mim, talvez ele mantivesse os trabalhos, a empresa e os negócios mais localmente no Brasil. Não arriscaria tanta globalização como fazemos hoje, da minha maneira. No entanto, se fosse só eu, já teria sido diferente. Teria dividido tudo com todos, pois gosto muito de compartilhar. O ideal é encontrar o meio termo entre o que nós dois pensamos”, disse ela, à Forbes.

via GIPHY

Expanda sua visão de negócio

Entre 2014, quando decidiu gerenciar ela mesma sua carreira, e 2020, Anitta não investiu apenas na música. O desenho animado Clube da Anittinha, a apresentação de programas no Multishow, a série na Netflix e, mais recentemente, produtos co-criados com a Ambev são alguns dos alvos de expansão que Anitta acertou.

“Gosto de ampliar todas as possibilidades da minha carreira. Adoro desafios que me forcem a fazer coisas novas, sair do meu quadrado. Estou muito feliz”, disse Anitta, à Época Negócios.


Um dos sucessos da carreira de Anitta é o ‘Paradinha’, seu primeiro single em outro idioma. Em três dias, o vídeo foi reproduzido 11 milhões de vezes no YouTube. Aproveite que chegou até aqui e relembre esse momento tão importante da carreira de Anitta!

Um comentário em “As lições de negócios que Anitta ensina até hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *