Comportamento,  Moda,  Opinião

Roupa é o tipo de coisa que a gente lava pra usar de novo

Preparem-se porque vou trazer a vocês uma verdade: roupa a gente usa, lava e usa de novo, até quando o tecido começar a desbotar. E no dia que isso acontecer, a gente pega a roupa e passa a guardá-la na sessão de “roupas para ficar em casa”, até que ela comece a rasgar. Aí a gente tem que dar um destino, né mesmo?! Nesse caso, vale ver quem faz trabalhos manuais com pedaços de tecido, ressignifica as peças ou as reaproveita de alguma maneira.

Falo isso porque parece que a gente tem problema em repetir roupas. Fiquei pensando nisso depois que uma amiga me perguntou se eu uso a mesma saia listrada e só faço alternar as blusas. Ma é lógico! E digo mais: ela é filha única e logo menos estará andando por aí sozinha pela cidade, do tanto que saio com ela. haha!

Usei a saia listrada com uma sandália baixa e um cropped para o lançamento de um filme na ilha. Me deixou à vontade, deu ao look um ar arrumado e ainda serviu pra transição dia/noite, tempo que durou o evento
Usei a saia listrada com uma sandália baixa e um cropped para o lançamento de um filme na ilha. Me deixou à vontade, deu ao look um ar arrumado e ainda serviu pra transição dia/noite, tempo que durou o evento

Confesso que algumas vezes fico desconfortável em vesti-la mais de 2x na semana para ir trabalhar. Mas fazer o que se é mais fácil colocá-la no corpo quando estou atrasada, em comparação a uma calça jeans? Fazer o que se ela é confortável, veste bem, se adequa a diferentes ocasiões? E fazer o que se com ela eu fico tão estilosa sem fazer muito esforço ou pensar muito com o que devo combinar?

Aqui foi no dia do troca-troca de bugigangas organizado pelo Pittaco na Moda. Queria uma proposta mais despojada, mas que também coubesse para um evento mais arrumadinho. Combinei com uma blusa leve, amarrei meu casaquinho na cintura e arrematei com o slipper
Aqui foi no dia do troca-troca de bugigangas organizado pelo Pittaco na Moda. Queria uma proposta mais despojada, mas que também coubesse para um evento mais arrumadinho. Combinei com uma blusa leve, amarrei meu casaquinho na cintura e arrematei com o slipper

Tenho me esforçado para desconstruir esse tabu fashion de que é feio repetir roupa e por causa disso temos que destinar toda nossa grana à compra de itens novos. Não que passar uma tarde no shopping gastando os dinheiros que suamos tanto para conseguir seja ruim. E não que eu não repita pra mim mesmo o tanto que preciso de roupas a cada vez que abro meu guardarroupas.

E por falar em troca-troca, esse blusa foi resultado de uma que eu fiz! Olha como fica estiloso, confortável, arrumado e cheio de personalidade um visual assim? Essa saia é muito, muito, muito coringa!
E por falar em troca-troca, esse blusa foi resultado de uma que eu fiz! Olha como fica estiloso, confortável, arrumado e cheio de personalidade um visual assim? Aí eu usei pra trabalhar. Essa saia é muito, muito, muito coringa!

Mas às vezes não é necessário comprar mais e mais roupas, sabem? E estamos em crise, amigas, não dá pra deixar todo nosso dinheiro nas lojas. E fora que o consumo exacerbado de tecido quer dizer + pessoas trabalhando em condições que desconhecemos; + tecido em decomposição no meio ambiente (mas só porque ainda não temos o hábito de destiná-los para reaproveitamento); + impacto ambiental. O Fashion Revolution tá aí pra nos mostrar o impacto que nossa indústria queridinha acaba exercendo no nosso planeta.

E ainda dá pra montar um visual bem blogueirinha usando a saia listrada com um cropped colorido. Na foto não mostra, mas nesse dia usei o mesmo tênis da foto acima, então ficou um visual bem despojado também, mas igualmente arrumado e possível de transitar em qualquer lugar
E ainda dá pra montar um visual bem blogueirinha usando a saia listrada com um cropped colorido. Na foto não mostra, mas nesse dia usei o mesmo tênis da foto acima, então ficou um visual bem despojado também, mas igualmente arrumado e possível de transitar em qualquer lugar

De qualquer forma, vou fincar a bandeira no nosso terreno: tenta se desconstruir também! Tá tudo bem repetir roupa, visitar o guardarroupas para experimentar combinações novas entre as peças, bolar sobreposições, quem sabe até reunir as amigas e promover um troca-troca de peças usadas. Mas não se importe em repetir uma peça que você tanto gosta. Roupa é pra isso, gente! E é como eu sempre digo: roupa boa é aquela que a gente pode usar a qualquer tempo, em qualquer lugar! 🙂

Já ousei combinar listras e montar um look mais arrumado também, pra noite. Não lembro qual sapato usei nessa ocasião, mas um salto resolveria. Vesti esse mix de peças em um encontro de imprensa promovido por uma cervejaria (mas nem bebo, foi só pela resenha! rs)
Já ousei combinar listras e montar um look mais arrumado também, pra noite. Não lembro qual sapato usei nessa ocasião, mas um salto resolveria. Vesti esse mix de peças em um encontro de imprensa promovido por uma cervejaria (mas nem bebo, foi só pela resenha! rs)

Curiosa, jornalista e libriana. Mestranda no PósCom/Ufba, interessada nos valores - os meus, os seus, os de notícia e os humanos. Se piscar o olho, o cochilo vem, mas os olhos sempre estão abertos para uma série ou outra que desperte o interesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *